(31) 9 9708-6211

Segunda a sexta, de 14h30 às 21h30​

(31) 3571•9300

Segunda a sexta, de 14h30 às 21h30

Cursos técnicos gratuitos: Conheça o projeto “Trilhas de Futuro”

Compartilhar artigo

Share on facebook
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp

Conheça o projeto “Trilhas de Futuro” e saiba como garantir seu curso técnico gratuitamente!

Graças a iniciativa do Governo de Minas Gerais, 40 mil alunos do Ensino Médio (ou qualquer período da Educação de Jovens e Adultos – Ensino Médio) terão a oportunidade de se tornarem técnicos de maneira gratuita!

Cerca de 70% das vagas estão reservadas para os alunos regularmente matriculados na rede pública estadual e, as demais vagas irão ser distribuídas entre jovens matriculados em outras redes públicas, redes privadas e, em seguida, para quem já saiu do Ensino Médio.

Os alunos selecionados ainda contarão com vale-transporte e vale-alimentação.

A oferta dos cursos foi feita de acordo com a necessidade de mão-de-obra das regiões de Minas conforme os dados levantados pelas Secretarias do Desenvolvimento Econômico (Sede) e de Desenvolvimento Social (Sedese), visando a empregabilidade dos jovens selecionados e fortalecimento da economia mineira.

Para mais informações e detalhes do projeto, consulte o site da Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais.

Por que fazer um curso técnico?

Você já se perguntou o por que de fazer um curso técnico? É uma dúvida bem normal e que aparece com frequência entre os estudantes do Ensino Médio.

Nós já abordamos essa assunto nesse outro texto, mas vamos pontuar os principais benefícios dos cursos técnicos aqui:

  1. Investimento: nem precisamos mostrar o quanto mais acessíveis são os cursos técnicos, né? A diferença é bem grande e é sim um diferencial na hora de escolher entre técnico e graduação;
  2. Tempo: é possível se formar técnico em apenas 2 anos. O tempo mínimo de uma graduação é de 4 anos;
  3. Formação prática: como o próprio nome diz, os cursos técnicos possuem o foco na parte mais prática dos cursos. Mesmo que apresente matérias teóricas, é bem menos que na graduação;
  4. Mercado de Trabalho: existem muitas oportunidades para os técnicos no mercado de trabalho. É um formato que está em constante desenvolvimento e, por isso, sempre precisará desses profissionais;
  5. Retorno financeiro mais rápido, gerando oportunidade de investir em uma graduação depois, caso queira.

E, ainda, não é preciso ter concluído o Ensino Médio para começar nos cursos técnicos! Como mencionamos no começo do texto, você ainda pode se inscrever para o programa “Trilhas de Futuro” caso esteja cursando o Ensino Médio.

“Trilhas de Futuro” e a Faculdade ASA

A Faculdade ASA é parceira da iniciativa do Governo e traz pra vocês a oportunidade de se juntar à nossa comunidade com os cursos técnicos de Enfermagem e Mecânica Industrial.

Além de termos a melhor infraestrutura da região e um corpo docente composto por profissionais altamente qualificados, nós temos diversos laboratórios para as aulas práticas; biblioteca completa e acessível e diversas parcerias na região que ajudam os alunos na busca por estágios e empregos.

Dentro do projeto “Trilhas de Futuro”, a Faculdade ASA apresenta dois cursos.

Você pode conhecer mais detalhes e algumas curiosidades sobre o Curso Técnico de Enfermagem ASA AQUI e AQUI.

Conheça mais sobre o Curso Técnico de Mecânica Industrial

Uma das áreas com maior empregabilidade no Brasil é a da Mecânica Industrial.

Os profissionais dessa área são capacitados para trabalhar no “desenvolvimento, planejamento e controle dos processos relacionados à produção e manutenção de máquinas em indústrias de diversos ramos”.

O Curso Técnico de Mecânica Industrial é perfeito para quem gosta dos processos de montagem e desmontagem de máquinas, instalações, automações e dos ambientes fabris e industriais.

De acordo com o Guia da Carreira, as principais funções que um técnico em Mecânica Industrial desempenha são:

  • Desenvolvimento e testes de equipamentos e máquinas;
  • Manutenção e reparos de máquinas diversas;
  • Montagem e instalação de máquinas;
  • Leitura e interpretação de desenho técnico;
  • Fixação de peças e estruturas específicas;
  • Conserto de maquinário, como motores, tratores, redutores, engrenagens, cremalheiras e rolamentos;
  • Controle de qualidade do maquinário;
  • Acompanhamento de projetos mecânicos;
  • Coordenação da execução de projetos;
  • Análise de problemas técnicos e elaboração de soluções.

E, ainda de acordo com o Banco Nacional de Empregos, o profissional pode facilmente ultrapassar a faixa de R$ 5.000,00, desde que tenha dedicação e constância.

Gostou das dicas?!

LEMBRE-SE: Você tem até o dia 30 de agosto/21 para fazer a sua inscrição no Projeto “Trilhas de Futuro”

Para mais informações visite o site.

Conheça mais sobre a Faculdade Asa