(31) 98496-4749

Segunda a sexta, de 14h30 às 21h30​

(31) 3571•9300

Segunda a sexta, de 14h30 às 21h30

Graduação em Direito: por que vale a pena investir?

Compartilhar artigo

Share on facebook
Share on linkedin
Share on email

Você provavelmente já sabe que a Graduação em Direito é uma das mais antigas do mundo. Existem teóricos que defendem que o Direito como curso teria nascido antes mesmo da escrita, e que sua necessidade teria surgido ainda na Pré-História.

Em pleno século XXI, se fazemos um breve retrospecto com atenção às questões jurídicas pelas quais passamos, ou pelas quais nossos amigos e familiares passaram, conseguimos entender um pouco a necessidade desse profissional ainda hoje. E podemos ter uma ideia do quanto essa carreira é sólida e requisitada pelo mercado.

Além disso, em poucos minutos de noticiários aos quais assistimos, conseguimos, com uma breve análise, enxergar profissionais do Direito sendo contratados para resolver quase 100% das situações. Não é em vão que os profissionais que fizeram Graduação em Direito se dividem em uma infinidade de áreas – entre públicas e privadas. O mercado nunca esfriou para quem faz uma graduação em Direito. E podemos perceber que ele está ainda mais aquecido hoje para esse profissional. E a tendência é só aquecer mais e mais.

Confira neste artigo tudo sobre o curso de Graduação em Direito.

Tendências de mercado para quem faz Graduação em Direito

São inúmeras as áreas de atuação do profissional Graduado em Direito, e várias delas estão aquecidas. Você provavelmente observou que até no auge da pandemia, quando fóruns e tribunais estavam fechados, os setores jurídicos das empresas estiveram extremamente aquecidos. Quem tem amigos ou parentes atuando na advocacia em geral também percebeu que o setor precisou se adaptar para atender à enorme demanda que aumentou consideravelmente.

O ser humano precisa de leis para viver em sociedade, e as leis precisam de profissionais especializados para trabalharem com elas. O profissional em Direito tem uma gama enorme de áreas aquecidas no mercado, nas quais pode se aperfeiçoar, dependendo de seus interesses e aptidões. É bom conhecê-las antes de fazer sua Graduação em Direito, pois, se estiver ciente de quais áreas seguir depois de formado, você já pode focar em algumas delas durante a graduação.

  • O Advogado Trabalhista é especializado em assuntos ligados a relações de trabalho no âmbito jurídico, como contratações, demissões, processos trabalhistas, etc. Representa a empresa ou o empregado em negociações. Está entre as áreas que mais crescem ultimamente. 
  • O Advogado Tributário garante a segurança da empresa em caso de processos administrativos e judiciais que envolvem tributos. Também trabalha com fusões e aquisições com outros departamentos e ajuda a reduzir a carga fiscal. Também é uma área que está aquecida, e toda grande empresa conta com uma equipe de advogados contratados constantemente para cuidar dessas questões. 
  • O Advogado de Recuperação Judicial representa empresas juridicamente para negociar prazos, pagamentos, quitar débitos e solicitar sua recuperação judicial, evitando assim a falência. É fácil imaginar que esta área se mantém aquecida em períodos de crise.
  •  O Advogado de Contencioso Cível Empresarial representa empresas em tribunais e órgãos administrativos em situações de quebra de compromisso entre uma empresa e seus fornecedores ou clientes. Também é fácil, infelizmente, perceber que esta área também se mantém aquecida. 
  • O Advogado de Arbitragem é o conciliador, aquele que tenta chegar a um acordo entre as partes envolvidas antes que o processo siga para instâncias judiciais maiores. São profissionais do jurídico importantes para evitar desgaste de tempo e dinheiro com ações de longo prazo.

Além dessas áreas, também estão em alta outras ligadas à Graduação em Direito, como a do Diretor Jurídico, de Advogado Empresarial, Advogado Consultivo e de Advogado Imobiliário. São, todos eles, setores que estão constantemente com movimentações de processos e precisam de profissionais dinâmicos. Além delas, claro, existem ainda as inúmeras possibilidades de vagas em concursos públicos, que invariavelmente surgem, e a milenar área do Direito Criminal.

Qual é a média salarial do profissional em Direito, e onde ele pode trabalhar?

A maior parte dos profissionais formados em Direito opta, hoje, por atuar autonomamente, atendendo seus clientes por meio de contratos provisórios e em escritórios. É comum grupos de bacharéis em Direito se unirem para montarem escritórios especializados em áreas nas quais são bons, e dividirem os clientes e os casos que aparecerem. Dessa forma, não é tão fácil estimar a média salarial, pois não existem registros para muitos casos. No entanto, algumas plataformas de busca de emprego fazem pesquisas com seus usuários para verificarem a média do salário das profissões autônomas, e estimam que um advogado autônomo ganha, em média, R$2.536,00 quando começa a sua carreira.

A média salarial cresce conforme o profissional ganha experiência – e novos clientes, consequentemente. É claro que também depende da área de atuação e do local em que o profissional atua. É importante, inclusive, aliar a escolha da área de atuação ao contexto em que o bacharel em Direito irá atuar. Grandes centros urbanos têm possibilidades diferentes de pequenas cidades. É possível estabelecer uma carreira de sucesso em vários contextos, mas é importante estar atento(a) às demandas da região.

Os concursos públicos: outro universo de possibilidades para quem segue com a Graduação em Direito

Qualquer pessoa que já fez pesquisas rápidas de vagas em concursos públicos já percebeu a infinidade de possibilidades existentes para quem domina disciplinas do universo das leis. Tanto para concorrer a vagas para Ensino Médio completo quanto para vagas para Ensino Superior, conhecimentos legislativos fazem diferença na hora de prestar um concurso público. Dessa forma, é comum encontrar pessoas que foram aprovadas em concursos públicos de nível médio enquanto cursava a Graduação em Direito. Algumas delas, inclusive, optam por seguir carreira nesses concursos, pois os planos de carreira podem ser muito bons e valerem o investimento. Outras preferem fazer novos concursos para aumentar seus salários, mudando as funções, buscando sonhos.

São vagas tradicionais do universo do Direito as destinadas aos cargos de Delegado, Procurador, Defensor Público, Promotor, Juíz, entre tantos outros.

Os salários podem chegar a 30 mil reais. Além desses mais ambiciosos, também existem vagas mais abundantes em bancos e nos vários tribunais existentes em nosso país. O importante é traçar um plano de carreira, procurar uma faculdade que ofereça boas condições de mensalidade, verificar as bolsas existentes e começar logo a sua graduação em Direito.

Onde fazer sua Graduação em Direito

Na Faculdade Asa, por exemplo, você consegue usar a nota do ENEM para entrar na faculdade de Direito. Além disso, a faculdade está oferecendo bolsas de até 100% durante todo o curso de Direito.

Sua nota do ENEM ou do Vestibular on-line pode ser usada para conseguir a bolsa. Confira:

https://faculdadeasa.com.br/vestibular/