(31) 98496-4749

Segunda a sexta, de 14h30 às 21h30​

(31) 3571•9300

Segunda a sexta, de 14h30 às 21h30

Artigo “Dor social em pacientes oncológicos elegíveis aos cuidados paliativos na atenção domiciliar: Revisão integrativa.”

A Professora e Coordenadora do curso de Enfermagem Stefãne Amorim participou da produção do artigo “Dor social em pacientes oncológicos elegíveis aos cuidados paliativos na atenção domiciliar: Revisão integrativa.” para a revista Research, Society and Development.

Resumo
Introdução: A prevalência de doenças crônicas não transmissíveis (DCNT) tem aumentado nas últimas décadas, e as neoplasias aparecem em segundo lugar merecendo destaque no cenário atual. A experiência de troca de papel social acompanhada de sentimentos de ansiedade, abandono e solidão denomina-se dor social, a qual na maioria das vezes acompanha o paciente oncológico. Este artigo tem como objetivo conhecer e compreender as causas da dor social em pacientes oncológicos elegíveis aos cuidados paliativos domiciliares. Metodologia: Trata-se de uma revisão integrativa de literatura com busca bibliográfica dos últimos cinco anos, na base de dados PUBMED, utilizando a seguinte questão norteadora de pesquisa: Quais as causas da dor social de pessoas com câncer elegíveis aos cuidados paliativos na atenção domiciliar? Resultados: Após análise dos critérios, foram definidos 3 artigos para a revisão por preencherem os critérios de seleção. Conclusão: As causas da dor social envolvem as atividades de vida diária, troca de papeis, isolamento e solidão. O cuidado paliativo e a atenção domiciliar têm um papel valioso para abordar, prevenir e proporcionar o alívio da dor social, porém, existe uma carência de conhecimento por parte dos profissionais de saúde sobre essa temática, o que pode ser melhor abordado nas instituições de ensino.

Palavras-chave: Cuidados paliativos; Serviços de assistência domiciliar; Solidão.